apoio

Panorama da Malacocultura no Brasil

Referências:

  • Anônimo. 1989. Escargó a Brasileira. São Paulo, SP: Revista "Guia Rural" (Editora Abril), ano 3, no. 5, Maio de 1989, pp. 1, 14-17.
  • Anônimo. 1992. Escargot - Caracol Tropical. São Paulo, SP: Revista Globo Rural, Ano 7, no. 75, Janeiro de 1992, pp. 31-32.
  • Anônimo. 1994. Escargot - mais que um simples caracol. São Paulo, SP: Revista "Globo Rural", Ano 10, no. 101 - Especial, Marco de 1994, pp. 24-34.
  • Anônimo. 1997. Caracol ibi e nativo e criado com facilidade / Caramujo e cozido e depois assado. São Paulo, SP: Jornal "O Estado de São Paulo", Suplemento Agrícola, 16 de Abril de 1997.
  • Anônimo. 2006. Caracol Dourado - Espiral de oportunidades. São Paulo, SP: Revista "Globo Rural", Edição Especial "Guia de Criação", no. 9, Maio 2006, pp. 78-82.
  • Agudo, A. Ignacio & Mário Saraiva Bleicker. 2006. First general inventory of the malacological fauna of Santa Catarina State, Southern Brasil. TENTACLE, The Newsletter of the IUCN/SSC Mollusc Specialist Group, (14): 8-10. Disponível no endereço virtual <http://www.hawaii.edu/cowielab/Tentacle.htm >.
  • Arana, Luis Vinatea. 1999. Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável. Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 310 p.
  • Arana, Luis Vinatea. 2004. Fundamentos de Aqüicultura. Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 349 p.
  • Armellini, Flavia A. B. de & Elias Santana. s/d. Prazer na mesa e lucro no bolso: sua excelência o escargot. Praia Grande, SP: Helicicultura Kapiatan, 144 p.
  • Boffi, Alexandre Valente. 1979. Moluscos Brasileiros de Interesse Médico e Econômico. São Paulo, SP: FAPESP/HUCITEC, 182 p.
  • Borghetti, Antonio & Jose Roberto Borghetti. 2001. Espécies cultivadas na aqüicultura brasileira. São Paulo, SP: "Revista Brasileira de Agropecuária" (Editora Escala), ano. I, no. 11, Especial Aqüicultura, pp. 18-27.
  • Carvalho, Wanderlene de. 1987. O Brasil também tem o seu escargot. São Paulo, SP: Jornal "O Estado de São Paulo", Suplemento Agrícola, Ano 31, no. 1641, 11 de Marco de 1987, p. 7.
  • Frota, Maria Cristina. 2004. Como fazer criação: O caracol dourado. São Paulo, SP: Revista "Globo Rural", Ano 19, no. 227, Setembro 2004, pp. 84-85.
  • Gaspar, Madu. 2000. Sambaqui: arqueologia do litoral brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 89 p.
  • Hanssen, João Evaldo. 1989. Criação pratica de escargots. São Paulo, SP: Nobel, 113 p.
  • Hardouin, J.; C. Stiévenart & J. T. C. Codjia. 1995. L'achatiniculture. Revista Mundial de Zootecnia - FAO, Vol. 83, no. 2, pp. 29-39.
  • Hodasi, J. K. M. 1984. Los caracoles gigantes de tierra comestibles del Africa Occidental. Revista Mundial de Zootecnia - FAO, vol. 52, Outubro-Dezembro 1984, pp. 24-28.
  • Lima, Jose Mauro de Souza. 1996. Escargot com Tecnologia Brasileira. Viçosa, MG: Revista "Tecnologia e Treinamento Agropecuário", no. 1, Maio/Junho 1996. Matéria técnica disponível em < http://www.cpt.com.br/produtos/034_0049.php >
  • Mathias, João. 2005. Pequenos sofisticados: Caracol dourado. São Paulo, SP: Revista "Globorural", ano 21, no. 242, Dezembro 2005, pp. 90-91.
  • Mead, Albert R. 1950. A invasão dos caracóis gigantescos. Rio de Janeiro, RJ: Revista "Seleções do Reader's Digest", Janeiro de 1950, pp. 48-50.
  • Morretes, Frederico Lange de. 1954. Sobre Megalobulimus paranaguensis PILSBRY & IERING. Arquivos do Museu Paranaense, Curitiba, 10: 343-344.
  • Neto, Francisco Manoel de Oliveira. 2005. Diagnóstico do cultivo de moluscos em Santa Catarina. Florianópolis, SC: EPAGRI, 67 p.
  • Oliveira, Maury Pinto de; Eliana L. de Almeida; Ivanzir Vieira & Maria Helena R. Oliveira. 1968. Criação de moluscos em terrários e aquários. Juiz de Fora, MG: Esdeva Empresa Gráfica Ltda, Com. no. 1, 15 p.
  • Oliveira, Maury Pinto de & Gilson Alexandre de Castro. 1983. A criação de caramujos. Juiz de Fora, MG: Esdeva Empresa Gráfica Ltda., 30 p.
  • Oliveira, Maury Pinto de & Marcelo Nocelle de Almeida. 2000. Malacologia. Juiz de Fora - MG: Editar Editora Associada, 215 p.
  • Oliveira, Maury Pinto de; Gracinda de Jesus R. Rezende & Gilson Alexandre de Castro. 1984. Contribuição à biologia do Megalobulimus (Phaiopharus) granulosus Rang, 1831 (Gastropoda, Pulmonata, Stylommatophora, Strophocheilidae). Bol. Inst. Ciênc, Biol. Geoc., (37): 1-18.
  • Pacheco, Pedro & Maria de Fátima Martins. 1997. O que devemos saber sobre a criação de escargot. São Paulo, SP: Agrofolha (Jornal Folha de Sao Paulo), 02 de Dezembro de 1997, p. 5.
  • Paiva, Melquiades Pinto (Coord.). 1997. Recursos Pesqueiros Estuarinos e Marinhos do Brasil. Fortaleza, CE: UFC Edições, 278 p.
  • Paulillo, M. I. S. 2002. Maricultura e território em Santa Catarina - Brasil. Geosul, Florianópolis, 17(34): 87-112.
  • Ratier, Rodrigo. 2003. O que são Sambaquis ?. Sao Paulo, SP: Revista "Mundo Estranho", Super Interessante Especial, Edição 13, Marco de 2003, pp. 22-23.
  • Ribas, Jaceguay Feuerschuette de Laurindo. 1986. Criação de caracóis, nova opção econômica brasileira. São Paulo, SP: Nobel, 122 p.
  • Rodrigues, Miriam Palazzo. 1991. Manual prático para a criação de caracóis - escargots. São Paulo, SP: Ícone Editora, 67 p.
  • Santos, Eurico. 1982. Moluscos do Brasil, Vida e Costumes. Belo Horizonte, MG: Editora Itatiaia Limitada, Coleção Zoologia Brasílica, Vol. 7, 142 p.
  • Silveira Jr., N. 1987. A pesquisa de Ostra no Estado. O Estado Rural, Florianópolis, 24: 4-5.
  • Simone, Luiz Ricardo L. 1999. Mollusca Terrestres, Cap. 1, pp. 3-8. In: Brandâo, C. Roberto F. & Elina Marques Cancello (Eds.). Biodiversidade do Estado de São Paulo, Brasil: Síntese do Conhecimento ao Final do Século XX, Vol. 5 - Invertebrados Terrestres. São Paulo, SP: FAPESP, 279 p.
  • Simone, Luiz Ricardo L. 2003. Histórico da malacologia no Brasil. Rev. Biol. Trop., 51 (Suppl. 3) : 139-147. Disponível em < http://rbt.ots.ac.cr/malacolg/simone.pdf >.
  • Souza, Rosa Cristina Corrêa Luz de. 2003. Bivalves marinhos introduzidos no Brasil. Rio de Janeiro, RJ: Resumos XVIII Encontro Brasileiro de Malacologia - EBRAM, 21 a 25 de Julho de 2003, p. 20.
  • Souza, Rosa Cristina C. Luz de; Edson Pereira da Silva & Flávio da Costa Fernandes. 2005. Sambaqui: baú de preciosas informações. Rio de Janeiro, RJ: Revista "Ciência Hoje", Vol. 36, no. 214, Abril 2005, pp. 72-74.
  • Souza, Rosa Cristina Corrêa Luz de; Flavio da Costa Fernandes & Edson Pereira da Silva. 2004. Distribuição Atual do Mexilhão Perna perna no Mundo: um caso recente de Bioinvasão (Cap. 12, pp. 157-172). In: Silva, Julieta Salles Vianna da & Rosa Cristina Corrêa Luz de Souza (Orgs.), Água de Lastro e Bioinvasão. Rio de Janeiro, RJ: Editora Interciência, 224 p.
  • Thomé, José Willibaldo. 1971. Os moluscos da pré-história aos nossos dias. Iheringia, Porto Alegre, Sér. Divulgação., (1): 11-16.
  • Vieira, Marcio Infante. 1999. Escargots - Criação caseira e comercial. São Paulo, SP: Prata Editora e Distribuidora Ltda., 132 p.
  • Vilhena, Andréa. 1987. O escargot naturaliza-se brasileiro. Rio de Janeiro, RJ: Revista "Manchete Rural", ano 1, no. 8, Novembro de 1987, pp. 4-7.

 

 

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2021 Conquiliologistas do Brasil