apoio

Lavagem
Materiais utilizados nesta etapa: mangueira fina, escova de dentes e detergente neutro.

Para produzir um jato forte adapte uma mangueira de aquário a uma ponteira de mangueira de jardim a fim de rosqueá-la diretamente na torneira. Se quiser um jato ainda mais fino coloque uma ponta tipo Waterpick ou adapte uma caneta Bic na ponta da mangueira.

O objetivo da lavagem é eliminar a areia ou lodo que ficam aderidos à ornamentação da concha. Eles não são eliminados pelo cloro, então utiliza-se uma escova de dentes macia.

Sempre que a concha for clorada deve-se lavar com água em abundância.

Outra parte importante da lavagem é o jato de água que é aplicado no interior da concha, que elimina restos de parte mole, que estão fora do alcance dos ganchos.

Para conchas terrestres e de água doce pode-se utilizar apenas este método de limpeza e caso necessário usar um pouco de detergente neutro para ajudar na remoção de terra ou outros detritos.

Se você pretende conservar o periostraco da concha, após a lavagem e antes de colocar a concha para secar, aplique uma pequena quantidade de glicerina misturada em álcool (50%) no periostraco para mantê-lo macio.

Após a lavagem, coloque a concha em um local abrigado do sol para iniciar a secagem.


A escova e o sabão limpam pequenas reentrâncias eliminando areia e lodo

Um jato de água elimina os resíduos após a cloragem e retira restos de partes moles que se quebraram no interior.

Concha terrestre suja com terra.

A única forma de limpeza que ela recebe é a lavagem com água e sabão

Cuidados: Algumas conchas terrestres são bastante frágeis por isso utilize um fluxo de água mais fraco.

 

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2021 Conquiliologistas do Brasil