apoio

Concha juvenil de
Strombus goliath

STROMBIDAE

Características gerais: As conchas das espécies de Strombus são de tamanho médio a grandes. A maior espécie da família no mundo, Strombus goliath, vive apenas em águas brasileiras.

Suas conchas possuem espira baixa e cônica. Uma das mais claras características está no seu lábio externo bastante desenvolvido e estendido.
Espécies jovens de Strombus que ainda não desenvolveram o lábio externo, são muito parecidas com um Conus e muitas vezes confundidas como um por pessoas menos experientes.

São bastante sólidos e pesados. Possuem um canal em forma de ' U ' próximo ao anterior, bastante característico da família. A abertura é longa, estreita e lisa.

O opérculo é longo, estreito e serrilhado em algumas espécies, e não fecha a abertura da concha nem parcialmente.

As espécies de Strombus são herbívoras, alimentando-se de macroalgas e detritos vegetais.

Seu principal predador é o polvo. Ele segura a concha e com o auxílio da sua rádula faz um pequeno furo na concha e suga para fora o animal. O mais interessante é que o polvo sempre faz o furo no mesmo local, nas primeiras voltas da espira e no lado ventral, sempre, como pode ser observado em espécies de Strombus gallus.

As espécies de Strombus goliath hoje se encontram protegidas da pesca. Sub produto da pesca de lagosta e camarão, são bastante procuradas como peça decorativa, devido ao seu tamanho. Sob a alegação de declínio de suas populações sua pesca e comercio foi proibido em todo o Nordeste do país. Era facilmente encontrada em feiras de artesanato nas praias nordestinas. Sua inclusão na lista de espécies ameaçadas não é justificável e estudos a respeito não são conhecidos. Apenas as espécies adultas são coletadas e já tiveram a oportunidade de reproduzir-se. Outro fator é que apenas as espécies coletadas no nordeste possuem qualidade para serem comercializadas. As espécies coletadas ao sul da Bahia e no Espírito Santo são bastante corroídas e furadas, sendo pouco interessantes.

Características da concha:

Meio ambiente: As espécies da família Strombidae vivem em águas rasas e quentes. São normalmente encontrados do Espírito Santo até o norte do país. Vivem em fundos arenosos com um pouco de lodo e calcáreos. As espécies de Strombus pugilis são encontradas em estuários, mangues. Normalmente vivem em grandes bancos de conchas. Ao redor dos buracos de polvo pode-se encontrar espécies de Strombus gallus com boa qualidade. As demais espécies provêm de redes de pesca.

Gêneros no Brasil:



Strombus

Outros gêneros: Aliger , Eustrombus, Tricornis

Importância comercial: No Caribe as espécies de Strombus gigas são exploradas por uma grande industria e bastante apreciados na culinária. Embora as espécies brasileiras sejam comestíveis não são exploradas comercialmente e exclusivamente consumidas por ribeirinhos e pescadores.

Nomes populares:

S. goliath: búzio chapéu ou de chapéu, búzio, búzio de aba, buzo
S. pugilis: atapú, pregoari, periguari, praguari, preguari, perigoari, lingüeta
S. costatus: búzio cambute, búzio corcunda
S. raninus: búzio

 

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2014 Conquiliologistas do Brasil